Supostos estelionatários são presos pela Polícia Civil com R$ 23 mil em mercadorias

Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Carolina Vilela

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Foto: Divulgação / PC

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Ituiutaba, prendeu em flagrante, no final da tarde de segunda-feira, 13, dois suspeitos da prática de estelionato e receptação, recuperando aproximadamente R$ 23 mil em mercadorias adquiridas com cartões bancários clonados. Everson Henrique Gonçalves Higino, de 25 anos, e Pedro Henrique Vieira Nogueira, de 24, foram encaminhados ao sistema prisional e estão à disposição da Justiça.

Everson Henrique Gonçalves Higino, se passando por um indivíduo que perdeu seus documentos, adquiriu equipamentos eletrônicos em uma loja virtual localizada na cidade de São Paulo. Para o pagamento das compras, que totalizavam R$ 16 mil, o investigado clonou cartões de crédito em nome de uma segunda vítima, forneceu os dados para a loja virtual e, a princípio, a administradora do cartão autorizou a negociação. Pouco tempo depois, a verdadeira titular do cartão contestou a compra, fazendo com que o pagamento fosse recusado.

Nesse intervalo, porém, a mercadoria já havia sido entregue aos acusados em um lava-jato, no Centro de Ituiutaba.  Pedro Henrique Vieira Nogueira, que é o proprietário do estabelecimento, cedia o endereço para o recebimento das mercadorias produto de crime. Ele também foi autuado, logo após receber uma encomenda de perfumes importados, originária do golpe, que totalizou R$ 6.795,00.

As investigações terão continuidade pela PCMG para identificar se há mais envolvidos na fraude, bem como outras vítimas.

Com Polícia Civil

LEIA TAMBÉM!