Polícia

Tatuador que escreveu “ladrão e vacilão” na testa de menor é preso em SP

Enviado por: Carolina Vilela 12/06/2017

Reprodução / Internet

Dois homens foram presos em flagrante em São Paulo por tortura contra um adolescente, de 17 anos, por suspeitarem que o menor teria tentado roubar uma bicicleta velha. O tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 27 anos, e o vizinho dele, Ronildo Moreira de Araújo, de 29 anos, foram presos na noite da última sexta-feira, 9, no Centro de São Bernardo do Campo-SP.

Segundo a Polícia, os dois são responsáveis por tatuar a inscrição “eu sou ladrão e vacilão” na testa do adolescente. As imagens do momento em que a tatuagem era feita circularam pelas redes sociais durante o fim de semana e ganharam grande repercssão.

Segundo o tatuador, o menor é suspeito de roubar uma bicicleta, de um homem sem perna. Uma campanha na internet arrecadou dinheiro para a cirurgia de remoção da tatuagem. O caso causou polêmica.

O menor prestou depoimento à polícia da cidade e negou ter cometido qualquer furto. Os presos assumiram ter feito a tatuagem como forma de punição.

Caso parecido em Uberlândia

No ano passado, um caso parecido chamou a atenção em Uberlândia. Um menino de 10 anos foi sequestrado e torturado. A criança foi encontrada dentro de um barraco, amarrada e na testa estava escrito a palavra “pilantra”.

Confira no vídeo a fala do menor. De acordo com a polícia, a criança é mais uma vítima de abandono familiar e por pouco não foi assassinada.

 

Comentários...