Polícia

Tráfico de animal silvestre – Iguana é enviada pelos Correios para Patrocínio

Enviado por: Carolina Vilela 23/10/2017

Uma mulher de 25 anos foi presa em flagrante na cidade de Patrocínio por ser a destinatária de uma caixa enviada pelos Correios contendo um filhote de iguana. O animal silvestre foi detectado pelo raio-X da agência de Uberlândia e o Ibama e Polícia Ambiental foram acionados.

O caso foio descoberto na última quinta-feira, 19. Segundo Rodrigo Herles dos Santos, chefe do Ibama em Uberlândia, a situação configura crime ambiental e tráfico de animal silvestre.

A encomenda partiu de São Paulo e a remetente é procurada pela polícia. A iguana estava mal acondicionada e foi levada para o Hospital Veterinário da UFU, Laboratório de Pesquisa em Animais Silvestres (Lapas) para análise. O animal estava envolto em uma manta e dentro de um rolo de plástico filme, já desidratado. O réptil receberá cuidados necessários para ser levado de volta à mata atlântica.

O Ibama embalou novamente a caixa vazia e pediu para os Correios fazerem a entrega, o que permitiu a prisão em flagrante da jovem de 25 anos em Patrocínio. Ela confessou ter comprado o filhote por R$ 200 pela internet e pode responder por tráfico de animais e maus-tratos.

A Polícia Federal e o Ibama estão em busca dos criminosos que estão praticando o comércio ilegal pela internet. Este tipo de réptil pode ser criado em casa se ele for legalizado e tiver garantia de procedência, mas normalmente é adquirido por R$ 1.500 aproximadamente.

Veja na reportagem de Camila Rabelo

Comentários...