ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

ALMG apoia campanha de prevenção do câncer de próstata

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto
Fonte: Divulgação ALMG

Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) se junta a outra causa mundial: o Novembro Azul, de combate ao câncer de próstata. Até o final do mês de novembro, a parede de mármore do Palácio da Inconfidência, sede do Legislativo mineiro, estará iluminada com a cor azul.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não melanoma). De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), foram diagnosticados 61.200 novos casos somente no ano passado.

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que homens a partir de 50 anos busquem avaliação médica regular. Segundo a entidade, aqueles da raça negra ou com parentes de primeiro grau com câncer de próstata devem começar a prevenção aos 45 anos.

Alimentação saudável – rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal – ajuda a diminuir o risco de câncer. Fazer atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar também são atitudes que reduzem a incidência da doença.

Ação – A campanha também está sendo veiculada nas redes sociais, na Rádio Assembleia e na TV Assembleia. Com o slogan “Faça da prevenção a sua bandeira. Sua saúde não é piada”, as peças alertam para a necessidade de hábitos saudáveis e realização de exames preventivos.

Outubro Rosa – Três organizações que apoiam mulheres em tratamento contra o câncer de mama vão receber os 156 lenços doados na ALMG. A arrecadação, que aconteceu em outubro, integrou a campanha Doe Lenços, idealizada pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

As instituições são: Associação de Prevenção ao Câncer da Mulher, Pérolas de Minas e Projeto A vida é bela. A escolha dos nomes foi feita pela Comissão de Saúde da ALMG.

Assembleia Legislativa de Minas Gerais

LEIA TAMBÉM!