Governo dará desconto na conta de luz de quem diminuir uso de energia

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Reservatórios das hidrelétricas do sudeste e centro-oeste estão com menos de 23% da capacidade

O Governo Federal elabora um programa — a ser lançado no próximo mês — para oferecer desconto na conta de luz de que diminuir o uso de energia, segundo anúncio feito nesta quarta (25). Na pior seca dos últimos 91 anos, os principais reservatórios de hidrelétricas do país estão com menos de um quarto da capacidade, e a situação pode piorar a partir de setembro.

“As perspectivas não são boas. Todos os cenários climatológicos apresentam uma boa previsibilidade no cenário de duas semanas, 15 dias. Daí para a frente a situação é bastante nebulosa”, disse o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Carlos Ciocci. De acordo com o ONS, os reservatórios do sudeste e do centro-oeste, que respondem por 70% da geração de energia no país, estão com menos de 23% da capacidade.

Nesta 4ª feira, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) editou um decreto para a redução de 10 a 20% no consumo de energia em prédios públicos federais. Além disso, no início da semana, o governo já havia anunciado medidas para tentar minimizar o problema, com o lançamento um bônus para grandes consumidores que economizarem energia, como indústrias.

O Executivo não cogita racionamento de energia, por enquanto, como ocorreu na crise hídrica em 2001. Mas faz um apela para a população em geral reduzir o consumo, voluntariamente. Para o professor Ivan Camargo, da Universidade de Brasília (UnB), nem a adoção do horário de verão seria suficiente para amenizar a crise e avalia como insuficientes as ações anunciadas até o momento: “Eu achei as medidas meio tímidas. A situação que o país se encontra é muito delicada”. Ele acrescenta que se estivesse no governo “diria para decretar racionamento”.

SBT NEWS

LEIA TAMBÉM!