ASSINE O NOSSO BOLETIM DE NOTÍCIAS

RECEBA AS NOTÍCIAS MAIS IMPORTANTES DIRETO NO SEU E-MAIL
iconeenvelope.png

Solenidade de abertura da Fenicafé é prestigiada por autoridades nacionais

Redação V9

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Legenda da foto

Foi aberta oficialmente na manhã desta terça-feira, 21, em Araguari, a Fenicafé – Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura, que 2017 chega à sua 22ª edição. Com o tema “Conquiste a qualidade na cafeicultura”, o evento atrai todos os anos os mais renomados palestrantes da área de irrigação no país.

Entre as autoridades presentes, destacaram-se o presidente da Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA), entidade promotora do evento, Cláudio Morales Garcia; o Prefeito de Araguari, Marcos Coelho (PMDB); o vice-prefeito de Araguari, Clayton Fernandes (PSB); o Deputado Estadual e vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Lafayette de Andrada (PSD); o presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), deputado Silas Brasileiro (PMDB); o vereador da cidade de Araguari e líder do Governo na Câmara, Levi Siqueira (PMDB); o secretário de Agricultura e Abastecimento do município, Jaime Sebastião Battaglini; entre outras.

Em seu discurso, Cláudio Morales, destacou o amor ao café. “Acredito que a paixão pelo café herdada de nossos avós tenha virado amor”.

Para Morales, vários são os processos que definem a qualidade do café: “A bebida percorre um longo caminho até conquistar aroma, acidez, doçura e corpo. Todos nós sabemos que existem muitas coisas entre a planta, o grão e aquela aromática xícara de café”.

Com relação à Fenicafé, Morales disse que aqui os produtores podem conhecer o que há de mais moderno em tecnologia, englobando máquinas e implementos. “Nossa missão é transmitir conhecimento e dar ferramentas para que o produtor produza um café que tenha cada vez mais qualidade, valor diante do consumidor e maior poder de comercialização, com lavouras ambientais e socialmente corretas”.

Já o presidente executivo do Conselho Nacional do café (CNC), deputado Silas Brasileiro, destacou a importância da irrigação na produção de café. “A irrigação traz uma produtividade maior, gera renda e faz com que o produtor seja mais competitivo no mercado”, salienta, dizendo que a Fenicafé é um ótimo local para aprendizado, com troca de ideias e conhecimento de novas técnicas.

“O Brasil exporta 37% do café consumido no mundo. Isso para nós é muito importante, tanto pela qualidade do grão quanto pelo profissionalismo dos nossos produtores. Estamos competindo de igual para igual com mercados como na Colômbia. Temos uma bebida excepcional e devemos mostrar que somos capazes de produzir uma bebida de qualidade, com competitividade de mercado”.

Brasileiro projeta um crescimento de 3% nas exportações a cada ano. “Nossa meta é chegar em 2018 com volume de 40% do café exportado no mundo”. Para ele, o café tem jeito, só depende de nós”.

O deputado estadual Lafayette de Andrada também destacou o papel da Fenicafé para a cafeicultura irrigada do Brasil. “A Fenicafé é motivo de orgulho; orgulho para Araguari, um orgulho para Minas Gerais”.

Andrada afirmou que o agronegócio tem sido o pilar para a economia nacional, mas precisa de políticas públicas responsáveis. “Os governos, de um modo geral, têm se comportado como adversários do setor agrícola. O produtor esbarra na burocracia”.

Entre agradecimentos, o prefeito de Araguari, Marcos Coelho, destacou a importância da produção cafeeira do munícipio. “Sabemos que Araguari é uma grande produtora de café, tendo cerca de 97% do seu plantio irrigado, e somos ainda a terceira maior produtora nacional; Araguari é a cidade que mais produz café por hectare, já podemos nos considerar líderes no setor, líderes em tecnologia”.

Marcos Coelho disse também que a prefeitura não mede esforços para a realização de um evento como este. “Araguari está de parabéns por sediar um encontro de tamanha magnitude, que traz para a cidade grandes nomes da cafeicultura nacional”.

Fenicafé

A 22ª edição da Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura (Fenicafé), tem previsão de movimentar R$ 30 milhões. O evento é promovido pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA) e a Federação dos Cafeicultores do Cerrado, com apoio do Ministério de Agricultura e Pecuária (MAPA), Embrapa Café, Prefeitura e Câmara Municipal de Araguari, e acontecerá até quinta-feira (23).

De acordo com o coordenador da Fenicafé, André Fernandes, além da Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura, que mostra os equipamentos e tecnologias do setor, há também o Simpósio de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada e Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura do Cerrado. “Este ano temos mais de 90 expositores de empresas nacionais e internacionais. Nossa expectativa”, disse.

Além da cerimônia de abertura, o primeiro dia tem como programação palestras voltadas para o mercado e a qualidade do café. No segundo dia do evento, durante o Simpósio Brasileiro de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada, haverá palestras voltadas para novas técnicas de irrigação e de Fertirrigação.

No último dia serão abordadas as novas tendências da cafeicultura brasileira, a fisiologia do cafeeiro e também o manejo prático e econômico da colheita mecanizada. Haverá, no encerramento, a palestra gratuita “Nutrição humana para alta performance”, com a nutricionista da Universidade de São Paulo (USP), Alessandra Luglio.

Prefeitura de Araguari

LEIA TAMBÉM!