Polícia

Acusados de tentar matar o promotor Marcus Vinícius estão sendo julgados em Uberlândia

Enviado por: Isabela Lamark 29/03/2017

 

Está acontecendo nessa quarta-feira, 29, no Fórum Abelardo Pena, o julgamento dos acusados de tentar matar o promotor Marcus Vinicius Ribeiro. Os dois suspeitos de cometer a tentativa de homicídio, são pai e filho que estão presos há dois anos, aguardando julgamento.

Julianno Aparecido de Oliveira está preso em Mossoró-RN e veio para Uberlândia de Avião na noite desta terça-feira, 28. O suspeito é acusado de disparar 15 vezes contra o carro do promotor, no dia 21 de fevereiro de 2015, em Monte Carmelo.

Três tiros acertaram as costas de Marcus Vinicius e perfuraram os rins e os pulmões da vítima. O promotor ficou internado na UTI vários dias. A suspeita é que Julianno tenha agido a mando do pai Valdelei José de Oliveira, que já foi ex-presidente da Câmara Municipal.

Valdelei é suspeito de mandar o filho matar o promotor por vingança. Marcus Vinicius moveu algumas ações contra o suposto mandante. O acusado estava preso em Contagem região metropolitana de Belo Horizonte e também chegou em Uberlândia nesta terça-feira.

O processo foi transferido para Uberlândia a pedido do Ministério Público. Os dois réus são denunciados por tentativa de homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe. Foi disponibilizado para acompanhar o juri, 25 vagas para procuradores do estado de Minas Gerais, 40 vagas para o Ministério Público e oito vagas para imprensa.

A sessão está sendo presidida pelo juiz Doutor Dimas de Paula, a acusação está sendo feita pela promotora Doutora Luciana Teixeira Resende. No total foram convocados cinco testemunhas de acusação e cinco de defesa.

O juri começou as 13h e não tem previsão de acabar hoje. Mais informações sobre o caso serão divulgadas no programa No Foco da Notícia, as 19h15.

Comentários...